coisas, flores, Vida

Muda

Hoje eu não acordei triste e nem contente.
Hoje eu acordei diferente.
 
Ao abrir os olhos, em direção das persianas fechadas, descobri o motivo da madrugada mal dormida.
 
Havia passado a noite redecorando a alma, tirei dali toda decoração inútil, despreguei cada orgulho e cada ato egóico, me livrei do fardo pesado da mágoa. 
 
Me perdoei.
 
Na parede branca da minha alma deixei meu retrato de criança cercado por boas memórias do meu passado.
 
Só depois dessa árdua faxina que me dei conta de que meus olhos estavam embaçados com os meus fantasmas e que por isso me viam bem pior do que eu realmente era.
 
Floreci.
 
 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *